2011…professor palhaço

De vez em quando leio críticas no sentido de que professores “não são animadores de auditório”. Outras recaem sobre professores que são muito “amiguinhos” dos alunos. Por trás dessas críticas está sempre, claro, embutida uma crítica a esse tipo de forma de agir de tais profissionais. Já ouvi até que isso prejudica o trabalho dos outros por causa da “permissividade”.

Parece-me um grande exagero. E um baita preconceito. Parece que profissionais que fazem isso não estão sendo…profissionais. Parece que a proximidade, a brincadeira são barreiras para algo a que chamam de “seriedade”.

Lamento que assim se pense. Quando comecei no Centro Educacional de Niterói, há 20 anos e na rede estadual do RJ, há 25 anos, ouvi, coincidentemente, um conselho do tipo “seja sério no início senão eles vão ‘montar’ em você”. Não me arrependo nem um pouco de não seguir tais conselhos. Um dos problemas mais sérios em Educação, para mim, é a falta de proximidade e conhecimento humano na relação professor-aluno.

 

Anúncios

2 opiniões sobre “2011…professor palhaço

  1. Isso aí, tio. Temos recebido alguns alunos de intercâmbio lá na UFF e eles sempre comentam que o que mais gostam da faculdade daqui é a proximidade entre professores e alunos…poder conversar no corredor, extrair maiores informações no pós aula… Nos países de origem (Portugal e Espanha) dizem eles que não há qualquer proximidade entre aluno e professor e que, nós temos a oportunidade de aprender muito mais desse jeito…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s