Pesquisa: Brasil longe das metas de educação

O Globo 18 02 09

Pesquisa: Brasil longe das metas de educação
Somente em cinco capitais alunos de 4ª série atingiram objetivos de aprendizagem em português; no Rio, situação piorou

Demétrio Weber

BRASÍLIA. Em 22 das 27 capitais brasileiras, incluindo Brasília, os alunos de escolas públicas não atingiram as metas de aprendizagem de língua portuguesa na 4asérie do ensino fundamental.

Os dados são de 2007 e foram divulgados ontem pelo Movimento Todos pela Educação, organização não-governamental que reúne empresários, gestores e entidades educacionais.

Além de não atingir a meta estabelecida para 2007, que levava em conta o desempenho dos alunos em 2005, o Rio ainda piorou nesse período. Em 2005, 33,05% dos alunos demonstraram nível de conhecimento de português adequado à série. Em 2007, o percentual caiu para 29,07%. A meta era 35,46%. As únicas capitais que atingiram as metas foram: Campo Grande (MS), Cuiabá (MT), Recife (PE), Florianópolis (SC) e Boa Vista (RR).

Em matemática, todas as redes municipais atingiram suas metas. Isso não significa, porém, que a maioria dos alunos esteja aprendendo. Em Macapá (AP), somente 8,52% dos estudantes sabiam os conteúdos esperados.

No Rio, o percentual era de 23,20%. O melhor resultado foi o de Curitiba, com 35,26%.

Na 8asérie do ensino fundamental, a proporção de alunos com aprendizagem adequada é ainda menor. Em Macapá, somente 2,55% dos concluintes do ensino fundamental dominavam o conteúdo adequado à série em matemática. Campo Grande tinha o maior percentual: 18,74%. Ou seja, em todas as capitais, menos de um quinto dos alunos aprendeu o que deveria.

No Rio, foram apenas 12,07%.

O presidente-executivo do Todos pela Educação, Mozart Neves Ramos, considerou os resultados preocupantes. Ele disse que as metas para cada cidade levam em conta o desempenho de 2005 e vão até 2022.

— Estas primeiras metas são bastante modestas. Mesmo assim, no caso da 4asérie em português, só foram alcançadas por cinco capitais — disse Mozart.

Ele afirmou estar chocado com a realidade de Macapá, lamentando que o Norte e o Nordeste, de modo geral, tenham médias mais baixas do que o resto do país.

— É um pouco a cara do Brasil. Existem vários Brasis e isso se reflete na educação.

Campo Grande também teve o melhor desempenho na 8asérie em português: 25,80% dos alunos atingiram as notas esperadas.

No Rio, foram 20,82%.

Apenas Belém, com 12,01%, não atingiu a meta nessa série.

O Todos pela Educação analisou os resultados da Prova Brasil, teste de leitura e matemática aplicado pelo Ministério da Educação na rede pública urbana, em escolas com turmas de pelo menos 20 alunos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s